Por que a cidade criada por HENRY FORD no Brasil, não deu certo?


WAY LEAN NEGOCIOS - Manufatura Enxuta - Lean Manufacturing

Hoje iremos contar o por que , FORDLÂNDIA, não prosperou em solos Brasileiros.

Uma cidade criada pelo visionário Hery Ford.

As linhas de fabricação de Henry Ford, no começo do século XX, montavam carros a uma velocidade jamais vista. Todos aqueles carros precisavam de pneus, e na época a borracha ainda era derivada das seringueiras do Sudeste Asiático produzido pela Malásia, que até então era colônia Britânica.

Com a grande oportunidade de se tornar independente do Látex da Asia, e com informações privilegiadas do governo americano, sobre plantio de arvores de seringueiras em solos brasileiros e com subsídios do governo Brasileiro.

Henry Ford comprou um terreno de quase 15.000 km² às margens do Rio Tapajós em 1927.

Logo foram enviados suprimentos e funcionários para criar uma típica cidade americana no local. Em pouco tempo a cidade ficou pronta, com escolas, eletricidade, saneamento, clube social/recreativo e um hospital.

O projeto, tinha tudo para dar certo se não fossem 4 graves problemas , algumas referencias bibliográficas, dizem que foram 2, nos da Way Lean Negócios identificamos 4, fazendo nossa pesquisa para esta matéria.

Problema 1 - O ciclo da borracha no Brasil viveu seu auge entre 1879 e 1912 — quinze anos antes da compra da área por Ford —, e entrou em declínio depois que os britânicos levaram 70.000 sementes de seringueira da Amazônia para o Sudeste da Ásia e começaram a produzir látex com maior eficiência e produtividade devido às condições do solo.

Problema 2 - Não foi respeitado a cultura local:

Ford tentou impor a cultura americana de trabalho aos brasileiros, fornecendo uma alimentação tipicamente norte-americana, casas americanas, e os obrigava a usar crachás e a trabalhar sob um modelo ao qual não estavam habituados

Problema 3 - Não havia o conhecimento prático em botânica, sendo assim as arvores de seringueira foram plantadas muito próximas umas das outras, e com isso algumas pragas devastaram plantações ( Fungo - Mal -das folha).

Segundo nossa principal referencia da matéria (o site www.flatout.com.br) Ford ainda tentou realocar a produção para BELTERRA uma cidade próxima que foi construida uma segunda cidade nos mesmos moldes de FORDILÂNDIA.

Problema 4 - Em 1945, com o surgimento da borracha sintética, feita com derivados de petróleo o projeto já não havia mais razão de existir.

Em 1945 o então pelo presidente da companhia, Henry Ford II (neto de Henry Ford) cancelou o programa.

Nós Way Lean Negócios acreditamos que a melhor forma de transmitir o conhecimento entre pessoas, é a troca de experiências e a pratica de contar historias que agreguem valor.

Considerações finais importantes : Henry Ford morreu sem nunca por os pés na Amazônia por medo das doenças da selva.

Gostou? Compartilhe o conhecimento!

Conheça também a historia do Americano que foi o grande ícone Japonês no século xx.

Um americano responsável pelo maior sucesso das empresas japonesas do século xx

Referencia bibliográfica:

https://www.flatout.com.br/fordlandia-a-historia-da-cidade-utopica-que-henry-ford-construiu-na-amazonia/

http://marciacl.typepad.com/na_linha/2013/09/fordl%C3%A2ndia-a-cidade-fantasma-de-henry-ford-na-amaz%C3%B4nia.html


Posts Recentes