VOCÊ SABE O QUE É ANDON ???


Ainda não encontramos um japonês que não estivesse familiarizado com esta tradução.

Entre as varias traduções, a que mais nos agradou, refere-se as lanternas de papel usadas como guias nas florestas no Japão antigo.

Traduções à parte, no nosso ambiente LEAN, a palavra será traduzida como “comunicação por luzes”.

Com certeza você já deve ter visto seu funcionamento, quando estava na fila do supermercado e algum problema apareceu com o caixa.

O operador logo aciona uma lâmpada e outro colaborador (de patins), vem e resolve, problema rapidamente solucionado e não afetar o fluxo da fila.

Isto dentro da indústria foi pensado para atender o lema : não aceite, não produza e não envie problemas adiante”.

A solução, foi desenvolver um sistema que parasse imediatamente a linha para que o problema fosse solucionado.

Mesmo com o preço de se perder produção.....OPS! Pecado mortal !!! perder produção.

Arrumamos um problema criando outro?

Para solucionar este problema decorrente , uma vez acionado o sistema, o processo daria sequência até o limite máximo de 75% do tempo destinado para esta operação. Só a partir deste ponto, o processo realmente pararia.

Esta estratégia atende estatisticamente a grande maioria das ocorrências. Na realidade o que importa é que haja um sistema que peça uma ajuda, e que uma equipe de suporte solucione os problemas.

Poderemos encontrar diferentes tipos de ANDON. Os mais simples são lâmpadas que acendem, acompanhadas ou não de uma música específica para aquele time de trabalho.

Podem ser sinos, apitos ou qualquer outra ferramenta que garanta a comunicação.

Hoje já há uma sofisticação nesta comunicação através de monitores de LCD, com todo suporte para um levantamento estatístico de problemas com gráficos e tudo que se tenha direito.

Para se ter uma ideia da importância desta ferramenta, participamos do início de operação fabril onde a equipe de projeto tomou a decisão de instalar o ANDON posteriormente para redução momentânea de custos e manter o fluxo de caixa. O “plant manager” (Gerente de produção) simplesmente recusou-se a iniciar a operação sem esta ferramenta instalada.

Outro fato que nos marcou muito com relação ao Andon, foi no dia que fomos designados para acompanhar um expert em LEAN do exterior.

Ao entrarmos na operação, ele nos pediu silêncio para que ele pudesse escutar atentamente o Andon, tal como um médico auscultaria seu paciente. Óbvio que após a visita ficamos muitos curiosos da condução de seu diagnóstico.

Ele explicou: Se uma música toca por muito tempo, significa que não há uma eficiente equipe de suporte (no seu supermercado é aquela luz acesa e ninguém aparece).

Se a música nunca toca, significa que a ferramenta está desacreditada, ou a liderança inibiu e/ou ameaçou quem acionasse o sistema. ( no seu supermercado, é quando o caixa diz: não ‘tá contente, compre em outro lugar) e finalmente a situação ideal é quando várias músicas tocam por curto espaço de tempo e com frequência. Isto significa que os problemas estão sendo identificados e que são rapidamente resolvidos sem afetar o fluxo. (no seu supermercado é quando após acender a lâmpada os patins voam e o seu problema é solucionado...e olhando para os demais caixas a situação se repete).

Lamentavelmente, diretores continuam utilizando o ANDON para cumprir requisitos corporativos, enquanto outros tiram total proveito de uma das mais importante ferramentas LEAN.

Gostou?, venha participar de nossos workshops e vivenciar tudo isso.

(acesse nossa agenda e tire todo proveito de um ambiente simulado em Lean - Click aqui)

Pense nisso !


Posts Recentes

Since - 10.09.2016